Banda Filarmónica

SOCIEDADE FILARMÓNICA DE COVÕES

Logo da filarmonicaEsta colectividade é considerada a ex-libris da região e das melhores do distrito de Coimbra e zona centro.
A Sociedade Filarmónica de Covões foi fundada no ano de 1868, por Manoel Francisco Miraldo e outros, tendo feito a sua primeira actuação, no dia 13 de Junho, dia da festa do padroeiro Santo António.
Tem nova sede própria desde 2007, num edíficio amplo e moderníssimo, construído num terreno comprado ao fundo do cemitério. Antes ocupou um edfício, construído para o efeito, num terreno que fora doado pelo Dr. Manuel Simões da Cruz, na década de 40 (1947). Este último edíficio vai ser, supostamente, transformado num Museu da Música.

A filarmónica é composta por cerca de meia centena de elementos, onde uma boa parte deles são jóvens.
Todos os anos, e como prémio do seu aproveitamento, alguns desses jóvens músicos são selecionados e encaminhados para os Conservatórios de Música de Coimbra e Aveiro.
É de salientar a preservação dos ofícios fúnebres tocados por instrumentos de sopro e cantados em latim pelos executantes da Filarmónica que, a par das marchas fúnebres, constituem um espólio impar e valiosíssimo em termos de património cultural, que tem merecido a atenção de inúmeros etno-musicólogos do país e do estrangeiro.
monumento-musicoEm 13 de Junho de 1993, aquando da comemoração dos 125 anos de existência da Filarmónica, foi erigido no Largo de Sto. António um Monumento ao Músico, que é digna homenagem da gente de Covões (freguesia) aos músicos da sua terra.
Trata-se duma escultura em bronze, em tamanho natural , dum saxofonista que está devidamente trajado e de uma criança que parece apreciar, com entusiasmo, o seu desempenho musical.
Esta escultura foi executada por José Berardo.

filarmonica-primeiras-meninasNa imagem da esquerda: as primeiras meninas a entrar na Filarmónica!  A Céu Louro e São Fixe que tocavam saxofone soprano e saxofone alto, respectivamente. Falta a Lucinda Cavadas.
Lembro-me perfeitamente desse dia. Foi na Festa da Camarneira e a farda ainda não estava completa.
Este último texto ( as primeiras meninas a entrar na filarmónica )  e a imagem foram colocados no Facebook por dra. Helena Teodósio, filha do maestro dessa época, o sr. Manuel Teodósio.


Nova sede da filarmónica

PARA INFORMAÇÕES E CONTACTO:

Maestro: Fausto Moreira
telefone
231 596 153

Sociedade Filarmónica de Covões
envelope2Rua do Cemitério, 220
3060-284 Covões

telemóvel934 618 951
966 497 681
969 661 988

Presidente: Manuel Augusto Pato Neto
Vice-Presidente: Dr. Paulo de Oliveira
Fundada em: 13 de Junho de 1868
Conta com mais de 150 sócios

Logo do FacebookSiga nossa Filarmónica no facebook                         Veja mais sobre a FILARMÓNICA                      Ouça alguns vídeos da FILARMÓNICA                    Mais informações no site oficial da FILARMÓNICA