Responsórios a s.to António

RESPONSÓRIOS A SANTO ANTÓNIO

RESPONSÓRIO 1
Saiba quem busca milagres
Que os enfermos sara António,
Afugenta o erro e a morte,
Calamidade e demónio.

- Prisões e mares lhe cedem,
Saúde e coisas perdidas,
São aos mancebos e aos velhos
Por ele restituídas.

- Necessidades, perigos,
Faz cessar entre os humanos,
Diga-o quem o experimentou,
E mormente os Paduanos.

- Prisões e mares lhe cedem,
Saúde e coisas perdidas,
São aos mancebos e aos velhos
Por ele restituídas.
- Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo

- Prisões e mares lhe cedem,
Saúde e coisas perdidas,
São aos mancebos e aos velhos
Por ele restituídas.

-  V. Rogai por nós, bem-aventurado Santo António.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
-  Oremos: Alegre, Senhor, vossa Igreja, a intercessão votiva de vosso confessor, o glorioso Santo António, para que se fortaleça sempre com espirituais auxílios, e mereça desfrutar os gozos eternos.
- Por Jesus Cristo Senhor Nosso.  Amén

RESPONSÓRIO 2
Se milagres tu procuras.
Pede logo a Santo António.
Fogem dele as desventuras.
Erros males e o demônio.

- Torna manso o iroso mar.
Das prisões quebra as correntes.
Bens perdidos faz achar.
E dá saúde aos doentes.

- Aflições perigos cedem .
Ante a sua intercessão.
Dons recebem se lhos pedem.
O mancebo e o ancião.

- Em qualquer necessidade.
Presta auxílios soberanos.
De sua alta caridade.
Vale a voz dos paduanos.

- Glória seja dada ao Pai.
E ao Filho nosso bem.
E ao Espírito Santo.
Por séculos sem fim.
- Amén

RESPONSÓRIO 3
Se milagres desejais
Contra os males e o demónio
Recorrei a Santo António
E não falhareis jamais.

Pela sua intercessão
Foge a peste, o erro e a morte,
Quem é fraco fica forte
Mesmo o enfermo fica são.

Rompem-se as mais vis prisões,
Recupera-se o perdido,
Cede o mar embravecido,
No maior dos furacões.

Penas mil e humanos ais,
Se moderam, se retiram;
Isto digam os que viram,
Os paduanos e outros mais.
- Rogai por nós Santo António, para que sejamos dignos das promessas de Cristo.