A Paróquia

INVENTARIAÇÃO DA PARÓQUIA DE COVÕES

No passado dia 26 de Março 2008 concluiu-se a inventariação da paróquia de Covões, acompanhada pelo padre Henrique José Ribeiro Figueiredo Maçarico. Na igreja matriz e nas várias capelas fizeram-se 55 fichas e um pormenorizado levantamento fotográfico.
Esta freguesia era do padroado do cabido da Sé de Coimbra, o qual mandou construir a igreja, em 1558, e para ela encomendara a imagem do padroeiro, Santo António, ao escultor João de Ruão.
À mesma centúria pertencem outras representações, em calcário, de santos e de mártires, todos de mediana categoria, e algumas esculpidas em madeira, já de concepção barroca. Há, ainda, alguns bons exemplares do século XV.
De tipo popular, embora com interessantíssimas particularidades, é a cúpula e o retábulo da capela do Santíssimo, na igreja paroquial, realizado no século XVII, composto de sacrário, ao centro, e dois baixos-relevos, de cada lado.
Os poucos objectos em estanho, dos séculos XVII-XVIII, além de raros têm reduzida representatividade, como também acontece com a paramentaria e os livros litúrgicos, por força das reformas ciclicamente repetidas.
Quanto a vasos sagrados e demais utensílios de culto, os principais bens de considerável valor são a cruz processional e a custódia, da segunda metade do século XVI, obras-primas de qualificados mestres prateiros, por certo devidas às dotações efectuadas pelos capitulares conimbricenses e deixando perceber um primoroso labor que, na segunda peça, manifesta uma origem espanhola.

a) José Eduardo R. Coutinho

CURIOSIDADES:
Ano 1835  - O sino grande da torre da igreja foi fabricado em Cantanhede por Joaquim Dias Sorrilhas.
(Fonte: Gazeta de Cantanhede, nº995 de 15 de Agosto de 1936 – informação extraída do site cantanhede,cantanhede.eu  by Lumman, em Novembro 2014)
Ano 1890 –  Era regedor de « parochia » ( freguesia ) de Covões Manuel Alves de Oliveira

A antiga freguesia de Santo António de Covões foi curato da apresentação do Cabido da Sé de Coimbra, no termo de Cantanhede, passando mais tarde a vigairaria. Em 1839, surge integrada na comarca da Figueira da Foz mas em 1852 na de Cantanhede e em 1878 no julgado de Febres.
Covões foi localidade que muito sofreu com as Invasões Francesas em 1811.
Fonte: archeevo - Arquivo da Universidade de Coimbra

Manuscritos de registos paroquiais (baptismos, casamentos e óbitos) de 1600 a 1911


HORÁRIO DAS MISSAS NA PARÓQUIA DE COVÕES

imagens exteriores da igreja paroquial

 

MISSAS VESPERTINAS (paróquia de Covões) ÀS 20 HORAS NO:

1º Sábado   ———————————————————   na capela da Malhada
2º Sábado  —————————————————–  na capela de Camarneira
3º Sábado   —————————-   nas capelas de Montouro e da Espinheira
4º Sábado    ———————————————————   na capela de Marvão

Missa Dominical na Igreja Paroquial de Covões    ——-  às 12 horas
Quartas-feiras à noite:   ——   Adoração do Santíssimo na Igreja de Covões

 

O REV. PADRE HENRIQUE MAÇARICO TAMBÉM CELEBRA MISSA DOMINICAL NA:
Igreja paroquial de Bolho ————————————————   às 9:30 horas
Igreja Paroquial de Pocariça ——————————————–   às 10:45 horas

missal, religiãoPARA MAIS INFORMAÇÕES CONTACTE:
Pároco: Padre Henrique F. Maçarico
Tel:  231 461 325  (telefone da residência paroquial)
Telemóvel: 962 674 587
Morada:  Rua Principal, largo de S.to António ( ou Manuel F.co Miraldo )
código postal:  3060-284 – COVÕES
Email:  padrehenrique@gmail.com