Escritor Carlos Oliveira

CARLOS DE OLIVEIRA, GRANDE ESCRITOR DA GÂNDARA

 

escritor-carlos-oliveiraCARLOS DE OLIVEIRA  nasceu em Belém do Pará (Brasil) a 10 de Agosto de 1921 e faleceu em Lisboa a 1 de Julho de 1981. Foi um escritor português, da Gândara.

Filho de emigrantes portugueses, só viveu no Brasil os dois primeiros anos de vida: em 1923, os seus pais regressam a Portugal, acabando por se fixar na região de Cantanhede, mais precisamente na aldeia de Febres, onde seu pai exercia medicina. Em 1933 muda-se para Coimbra, cidade onde permanece durante quinze anos, a fim de concluir os estudos liceais e universitários. Ingressa na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra em 1941, onde estabelece amizade, convívio intelectual e solidariedade ideológica e política com outros jovens, entre os quais Joaquim Namorado, João Cochofel e Fernando Namora.
Em 1942 publica o seu primeiro livro de poemas Turismo, com ilustrações de Fernando Namora, integrado na colecção Novo Cancioneiro e em 1943 publica o seu primeiro romance, Casa na Duna. Em 1944, o romance Alcateia, será apreendido, lançando nesse mesmo ano a segunda edição de Casa na Duna.
Termina em 1947 a sua Licenciatura em Ciências Histórico-Filosóficas, e no ano seguinte instala-se definitivamente em Lisboa, não deixando, contudo, de se deslocar periodicamente a Coimbra e à Gândara.

Considerado um dos poetas do neo-realismo que mais fundas marcas deixou na tradição poética portuguesa, morre na sua casa em Lisboa a 1 de Julho de 1981.

lignebl

Quem soprou na gândara
a última chama?
Se quiseres, ó morte,
abro-te os lençóis
e dou-te a minha cama.

Vai meu coração
pelas aldeias moiras
onde pena e erra,
peregrinação
ao tojo da terra.

Caminheiro cansado
sem nenhum bordão,
onde houver um sonho
para ser sonhado
está meu coração.

Carlos de Oliveira,  Mãe Pobre

Fonte: poema partilhado no Facebook pelo prof. Mário Ribeiro Caiado em 03-12-2014

 

alguns livros publicados por este escritor