A região da Bairrada

A REGIÃO DA BAIRRADA

gastronomia-barril-vinhoREGIÃO DEMARCADA DA BAIRRADA estende-se na Beira Litoral, entre Águeda e Coimbra, quase até às dunas do litoral. Engloba os concelhos de Águeda ( na parte meridional) Anadia, Cantanhede, Mealhada e Oliveira do Bairro.
A Bairrada tem um clima suave, temperado pela proximidade do Oceano Atlântico.  Apesar da produção de vinho existir desde o século X, foi no século XIX que se transformou numa região produtora de vinhos de qualidade: tintos, brancos e espumantes.

Nesta região de terras planas destacam-se dois tipos de solos que originam vinhos diversificados: sejam os argilosos, cujo barro deu origem ao nome Bairrada, e os solos arenosos (mais para o litoral). A casta Baga é a variedade tinta dominante na região. Cultivada nos solos argilosos, origina vinhos carregados de cor e muito ricos em taninos, que lhes dão elevada longevidade. Nas castas brancas, plantadas nos solos arenosos da região, destacam-se as castas Bical e Fernão Pires, na região denominada Maria Gomes, que origina vinhos brancos delicados e aromáticos. Os espumantes naturais da região são muito utilizados a acompanhar a cozinha local, como o tradicional Leitão da Bairrada.
Recentemente, foi permitido na região DOC da Bairrada plantar castas internacionais, como a Cabernet Sauvignon, Syrah, Merlot e Pinot Noir que partilham os terrenos com as castas nacionais.

A ORIGEM DO NOME BAIRRADA. Muito se tem escrito sobre a origem do nome Bairrada. Para alguns, a Bairrada é um conjunto de “bairros”, que no sentido popular significa terras fortes, argilosas e com excelente aptidão agrícola. Para outros, a Bairrada é um “bairro rural” ou “subúrbio extenso”, neste caso da cidade de Coimbra, da qual a região dependeu durante vários séculos. A Bairrada é uma sub–região da Beira Litoral com apenas 110.000 hectares, dos quais cerca de 15.000 hectares estão plantados com vinha. Localizada num planalto com altitudes entre 40 m e 120 m, rasgada por numerosos vales, a Bairrada tem um clima ameno. O solo tem uma boa aptidão vinícola, o que levou as várias gerações de agricultores a não se desfazerem dos terrenos que lhe couberam por herança. Esta é a principal razão do minifúndio dominar a região, sendo que a maioria das vinhas tem área inferior a um hectar.
Fonte desta Informação: sites bairrada.com.br e daosul.com

gastronomia-leitaoO LEITÃO ASSADO À BAIRRADA é um dos pratos regionais mais conhecidos e apreciados desta região da Bairrada, tendo sido nomeado uma das 7 Maravilhas da gastronomia de Portugal.
Sua comercialização:  A sua comercialização – assado – terá começado em Covões – Cantanhede segundo um documento do início do século XX, de uma encomenda feita pela Sociedade das Águas de Luso, mas o seu grande arranque terá sido levado a cabo por Álvaro Pedro, nascido em Alpalhão, freguesia de Aguim – Anadia, começou por vender no seu negócio em 1943, as famosas sandes de leitão aos parcos automobilistas que então circulavam na EN1 e mais tarde, 1949, abre o primeiro restaurante que comercializa para o grande público leitão assado à Bairrada, situado na então aldeia de Sernadelo, a parcos quilómetros de Alpalhão e hoje integrada na malha urbana da cidade de Mealhada. Depois deste arranque muitos restaurantes se seguiram preenchendo as laterais da EN1 de uma ponta à outra de Mealhada, mas a ideia também pegou nos concelhos vizinhos e também parte integrante da Bairrada como Anadia, Cantanhede, Oliveira do Bairro e Águeda.

Fonte desta informação (o leitão assado à Bairrada): texto extraído de Wikipédia